O que fazer em Volterra – Itália

Volterra é uma cidadezinha de 10 mil habitantes localizada na Região da Toscana, dentro da Província de Pisa, na Itália. O lugar é riquíssimo em história, por lá viveram desde os etruscos, passando por todas as fases da civilização romana e idade média, até ser palco de batalhas e histórias heroicas durante a Segunda Guerra Mundial, quando o vilarejo foi dominado pelos nazistas.

Vista geral da cidade de Volterra
Vista geral da cidade de Volterra

Para visitar Volterra com tranquilidade, um dia completo é suficiente. Se a sua agenda estiver apertada, ainda assim, é possível conhecer boa parte da cidadezinha em uma manhã ou tarde. Nesse texto, contaremos dicas e o que fazer em Volterra!

Centro de Volterra
Centro de Volterra

Você vai ver neste texto:

  • 1. Como Chegar em Volterra
  • 2. Quando ir e dicas sobre Volterra
  • 3. O que fazer em Volterra
  • 3.1. Teatro Romano de Volterra
  • 3.2 Pinacoteca Municipal de Volterra
  • 3.3 Piazza dei Piori e Palazzo dei Piori
  • 3.4 Catedral de Santa Maria Assunta e Batistério de San Giovanni Battista
  • 3.5 Porta all’Arco
  • 3.6 Acrópole Etrusca e Cisterna Romana
  • 3.7 Igreja de San Lino
  • 3.8 Museu Etrusco Guarnacci
  • 4. Fortaleza Medici

1. Como Chegar em Volterra

Volterra é uma pequena cidade que fica numa região montanhosa com o relevo acidentado, além de não possui estação de trem. Por esse motivo, não é tão fácil e rápido chegar até a cidade.

A forma mais rápida e cômoda de chegar lá é usando o carro, se você tiver alugado um. Apesar disso, o transporte público na Itália é eficiente, e pode te levar até Volterra sem aumentar muito o seu tempo de viagem. Essa opção também ajudará você a economizar alguns euros 😊

Se resolver ir de transporte público, a melhor maneira é ir de trem até a estação de “Pontedera – Casciana”, que fica entre Pisa e Firenze. Na parada de ônibus na frente da estação de trem você pegará o ônibus intermunicipal 500 que leverá direto para Volterra em uma viagem de 1 hora e 20 minutos. O bilhete custa € 5,60 e pode ser comprado pelo aplicativo TABNET (Opção extra-urbano).

2. Quando ir e dicas sobre Volterra

A melhor época pra conhecer Volterra é entre Abril e Outubro. Além dos dias serem mais agradáveis e longos nesta época, a maioria das atrações são fechadas ou abrem somente nos finais de semana e feriados entre o primeiro Domingo de Novembro e a segunda segunda-feira de março.

A principal dica para quem quer conhecer Volterra com calma é chegar cedo na cidade, preferencialmente até 9:00, quando algumas atrações já estão abertas. Só vai conseguir chegar após o meio-dia? Não se desespere, ainda assim é possível conhecer as principais atrações usando só metade do dia, mas algumas coisas terão que ficar pra trás, se você não quiser ficar correndo pela cidade 😛

Além disso, recomendo que compre o Volterra Card, que é um ingresso válido para as seguintes atrações:

  • Teatro Romano de Volterra
  • Museu Cívico e Pinacoteca Municipal de Volterra
  • Palazzo dei Piori
  • Acrópole Etrusca e Cisterna Romana
  • Museu Etrusco Guarnacci
  • Museu do Alabastro
  • Bottega Pagni
  • Hospital Psiquiátrico (aberto somente aos finais de semana)

O Volterra Card custa € 15,00 e pode ser adquirido na recepção das atrações turísticas.

Também recomendo aproveitar para almoçar na cidade e experimentar o “pici”, tradicional massa do Sul da Toscana 😊

3. O que fazer em Volterra

Selecionei 8 atrações principais de Volterra que você precisa conferir. A maioria delas está inclusa no Volterra Card.

3.1. Teatro Romano de Volterra

Pra quem está pela primeira vez na Itália, ou nunca conheceu um teatro romano com certeza esse local vai impressionar. É sensacional estar em um lugar tão emblemático para a civilização romana e importantíssimo para as cidades tantos séculos atrás.

A área é composta pelo teatro e também pelas termas romanas, que eram piscinas públicas ao ar livre. No local você pode circular no entorno das construções históricas e ter um excelente panorama do lugar construído e ampliado entre os séculos I a.C. e III d.C.

Teatro Romano de Volterra
Teatro Romano de Volterra

O local foi descoberto nos anos 50, quando iniciaram as escavações. Estima-se que a capacidade do teatro era para 3.500 pessoas. Durante as escavações, foram encontrados ainda o nome de famílias influentes gravadas nos assentos de calcário, como os Caecinae, Persii e Laelii.

Além desse lugar, existe também o Anfiteatro romano de Volterra descoberto recentemente, em 2015. Esse último fica numa outra localidade e ainda está fechado em fase de escavações.

A entrada do local está inclusa no Volterra Card que você pode comprar por € 15,00.

3.2 Museu Cívico e Pinacoteca Municipal de Volterra

O Museu Cívico e Pinacoteca Muncipal de Volterra funcionam no mesmo prédio. Na verdade, é praticamente tudo uma coisa só.

O local é repleto de artes sacras (pinturas e esculturas). Também estão expostas algumas coleções de moedas dos etruscos, romanos e da era medieval. Ali também são realizadas exposições itinerantes de artistas italianos.

Pinacoteca Municipal de Volterra
Pinacoteca Municipal de Volterra

A entrada do local está inclusa no Volterra Card que você pode comprar por € 15,00.

3.3 Piazza dei Piori e Palazzo dei Piori

A Piazza dei Piori está localizada no coração da cidade de Volterra. Nesse local e seus arredores você encontrará vários restaurantes e lojas de artigos locais, alabastros e as famosas lembrancinhas turísticas. Aliás, o alabastro é um ícone de Volterra, sendo considerado o mais valioso da Europa. Esse material possui origem calcária do qual se moldam esculturas e peças de decoração.

Palazzo dei Piori
Palazzo dei Piori

O Palazzo dei Priori, construído em 1208, é o palácio público mais antigo da Toscana. Durante o percurso você primeiro conhecerá a sala do conselho que é ricamente decorada com afrescos e brasões das famílias mais importantes de Volterra. No andar seguinte existe uma área de exposição de peças históricas. Na sequência, você poderá subir na torre do Palácio onde tem um sino que parece que vai começar tocar a qualquer hora e te deixar surdo kkkkkkkkk. Na torre você terá uma vista panorâmica de toda a cidade.

A entrada do local está inclusa no Volterra Card que você pode comprar por € 15,00.

3.4 Catedral de Santa Maria Assunta e Batistério de San Giovanni Battista

A Catedral de Santa Maria Assunta e o Batistério de San Giovanni Battista são os principais locais católicos de Volterra.

A catedral, também conhecida como Duomo de Volterra, teve sua construção iniciada no século XII. Possui estilo arquitetônico romano e barroco. A principal obra conservada no interior desta igreja é a “Desposizione” do século XIII.

Catedral de Santa Maria Assunta
Catedral de Santa Maria Assunta

O Batistério de San Giovanni Battista fica logo em frente à Catedral. Ele é uma construção octogonal revestida em mármore branco e verde na sua fachada principal. De certa forma, lembra um pouco o Batistério de Firenze.

Batistério de San Giovanni Battista
Batistério de San Giovanni Battista

O custo de entrada conjugado para os 2 locais é de € 5,00 e não está incluso no Volterra Card.

3.5 Porta all’Arco

As portas, como são chamadas, eram as entradas para as cidades medievais que eram cercadas por muralhas que tinham papel de defesa contra inimigos agressores. A Porta all’Arco é muito antiga, foi construída ainda pelos etruscos entre os séculos IV e III a.C., sendo modificada durante o período medieval.

Porta all’Arco
Porta all’Arco

Aliás, a Porta all’Arco possui uma história curiosa que ocorreu durante a segunda guerra mundial. No dia 30/06/1944, já encurralados pelos aliados, os nazistas decidiram explodir a porta para dificultar a entrada dos inimigos. A população reagiu e foi feito um acordo: a porta não seria explodida se em 24 horas fosse obstruída pelos locais. Numa operação em massa, os moradores de Volterra conseguiram selar a porta com pedras que eram usadas para calçar ruas e salvaram mais de 2 milênios de história.

3.6 Acrópole Etrusca e Cisterna Romana

Esse local conserva vestígios da Acrópole Etrusca que teve sua construção iniciada por volta do século III a.C. Além disso ela tem grande importância histórica pois é uma comprovação que nessa região existiam indícios de civilização significativa desde o século VII a.C.

A acrópole etrusca, como de costume, fica na parte mais alta da cidade e era utilizada como local de culto.

Acrópole Etrusca
Acrópole Etrusca

No mesmo local, mas construída muitos anos depois (século I d.C.), também pode ser visitada a Cisterna romana que era responsável pelo abastecimento da cidade e provavelmente outras regiões, dada a sua capacidade muito superior ao necessário para aquele local.

Cisterna romana Volterra
Cisterna romana

Fiquei realmente impressionado com a cisterna romana. Como engenheiro civil, é incrível poder conhecer uma infraestrutura de 2 mil anos de história preservada por tanto tempo.

A entrada do local está inclusa no Volterra Card que você pode comprar por € 15,00.

3.7 Igreja de San Lino

Essa igreja é dedicada ao segundo papa da igreja católica que nasceu em Volterra. Isso mesmo, San Lino foi o cara que recebeu a tarefa de ser o sucessor de Pedro e comandar uma das instituições mais poderosas do mundo.

A igreja é relativamente pequena, e possui muito menos glamour que a maioria de outras igrejas da Europa. Mesmo assim, por ser um local com tamanha representatividade na história do mundo, vale a pena dar uma passadinha lá! A entrada é gratuita! 😊

Igreja San Lino
Igreja San Lino – Detalhes do teto decorado
3.8 Museu Etrusco Guarnacci

O museu etrusco Guarnacci é uma das principais atrações para se visitar em Volterra. Ele é um dos museus públicos mais antigos da Europa, fundado em 1761 quando Mario Guarnacci doou sua coleção arqueológica e uma biblioteca com 50 mil livros.

Na visita você poderá conferir uma rica coleção de objetos dos povos etrusco e romano encontrados ali mesmo nos arredores de Volterra. Dentre os objetos, temos cerâmicas, coleção de moedas e muitas urnas funerárias, principalmente do período helenístico.

Urna Funerária
Urna Funerária
Urna Funerária Volterra
Urna Funerária

Além destes, uma das esculturas mais icônica da história está exposta no museu. A “Ombra della Sera” (Sombra da Noite), uma estátua de bronze de 57cm que representa uma figura masculina com o corpo alongado, exceto a sua cabeça que estampa um sorriso à Monalisa. A peça por muito tempo foi um mistério, mas recentemente a sua veracidade foi comprovada. Estima-se que essa obra de arte foi realizada pelos etruscos no século III a.C.

Ombra della Sera
Ombra della Sera

4. Fortaleza Medici

Quando cheguei na cidade, passei um pouco além da parada de ônibus que deveria descer, algo como uma pernada de 5 minutos pra pagar a vacilada. Sem problema! E nessa caminhada a primeira coisa que avistei foi a Fortaleza Medici, um castelo enorme que pode ser avistado de qualquer lugar nas redondezas.

Vista Fortaleza Medici
Vista Fortaleza Medici

Pronto! Já estava decidida a primeira visita em Volterra. Chegando mais perto nada de fila ou movimentação. Fui me aproximando até perceber que se tratava de uma prisão italiana. Isso mesmo, uma casa de custódia em funcionamento. Depois até um policial passou e ficou me olhando, mas provavelmente pensou “mais um turista querendo visitar o castelo” kkkkkkk.

Entrada Fortaleza Medici
Entrada da Fortaleza Medici (Prisão)

Ainda próximo ao local, em frente à porta Selci, existem painéis que celebram a libertação de Volterra pelas tropas aliadas.

Paineis ao lado da Porta all’Arco
Paineis ao lado da Porta all’Arco

Após voltar de Volterra, descobri que existem alguns dias que é possível fazer visitação a algumas partes da fortaleza e que lá dentro existe um restaurante para reabilitação dos condenados.

Comente, pergunte, conte a sua experiência!